Início

Sobre

Áudios

Vídeos

Contato

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Coisas da Vida - Reality nosso de cada dia !

Estava em casa quando pousou um bando de maritacas em meu telhado, para quem não conhece, as maritacas são as primas dos papagaios, elas não fazem outra coisa além de ficar "gritando" até torrar o nosso saco.Elas estavam no telhado e não paravam de "gritar", todas ao mesmo tempo, elas ficaram"fazendo zona" durante um bom tempo, como já estava insuportável aquela situação, resolvi sair prá saber o porque de tanta algazarra.
Resultado de imagem para chatos
Cheguei no quintal e reparei que o papo delas girava em torno de "realitys", elas discutiam em relação a quem tinha que ficar, quem tinha que sair, quem era isso e aquilo e fazia tal coisa...

Uma dizia :

- Eu acho que essa pessoa é quem fica armando as coisas lá!
A outra respondia :
Se tá louca menina, quem arma lá é crá...crá..crá...e mais crá...crá...crá !
Na discussão entravam todas elas, cada uma com a sua opinião e todas "falando" ao mesmo tempo, uma suruba.
De saco cheio de tanta zona, dei um grito e espantei elas dali , elas saíram resmungando mas que saíram, saíram.                                                
Voltando para dentro de casa comecei a pensar no assunto e resolvi escrever sobre o assunto, é interessante essa coisa de reality show, como podemos observar, prá gente ser uma "pseudo celebridade", não é precisa de muito, quer dizer precisa, você só precisa ter um rostinho bonitinho, ou peitos fartos, ou ter uma grande bunda.
Prá que você vai estudar, você perde anos da sua vida dormindo tarde, acordando cedo, comendo mal, as vezes nem comendo, é muito mais fácil entrar num realyte desses e tentar ficar "rico".
Depois de um tempo de exposição quem sabe você não é contratado por alguma emissora e pronto, você se encaixa em um programa qualquer, fica ali por um tempo, vira "star", ou "vira cantor (a)",  se transforma em um astro e depois puffftt...desaparece, isso acontece muito, mas ai você já conseguiu alguns trocados e já valeu.
Se você não é ator ou atriz fica sendo, pode também se transformar em apresentador(a), quem sabe humorista, afinal você é uma "celebridade".
É se ela for esperto(a) e se aproveitar os seus 15 minutos de fama, no mínimo isso vai render um convite para pousar pelada(o), afinal, vai tem um monte de gente que costuma consumir esse tipo de cultura, caminho mais fácil para se ganhar dinheiro que esse não tem.
Resultado de imagem para pousar nua humor gif animado
O pior é que isso dá audiência, são milhares de pessoas que apreciam acompanhar o barraco alheio, e jogar seu próprio barraco prá baixo do tapete.
Com isso conclui-se  que a vida das pessoas andam vazias e que elas preferem espiar através do muro do "vizinho" a ter que resolver seus próprios conflitos.
Talvez observando a guerra alheia, elas se refugiam e deixam de enfrentar as suas próprias batalhas, é mais cômodo, prá que limpar a casa, se fizer isso, muita poeira pode subir e ai fodeu.
Não é possível achar que esse tipo de programa possa ser considerado diversão, pessoas são colocadas em confinamento, expondo suas qualidades e principalmente os seus defeitos com o único intuito de se ganhar dinheiro, por dinheiro o que não se faz, quais seriam os limites?
Fica uma pergunta no ar, porque isso dá essa audiência toda, será que Freud explica?


Prá que discutir as relações pessoais dentro da família tentando achar uma solução para os problemas,
afinal isso é uma coisa muita chata de se fazer, então vamos ligar a tv e vamos ver um reality qualquer, prá que ouvir uma musica, conversar com seu filho, querer saber se ele tem algum problema, conversar com a esposa, etc, reality é " tão bão".
Prá que ler um livro, prá que colocar algo que acrescente valores pessoais e de conhecimentos as suas vidas, se temos os realitys?

As pessoas ali estão como ratos em laboratório, e "nós" ficamos do lado de cá, observando a reação, vendo quanto tempo eles demoram para "morrer", até que só fique um e eu te pergunto, que graça tem isso, e depois o que acontece?   
Resultado de imagem para reality frases
Já sei, depois a gente espera um outro reality e se acabar esse outro, depois vem outro, depois alguém inventa um outro novo, depois vem mais outro e outro e a gente vai levando a vida do jeito que dá.
Você já parou para pensar como anda o seu "reality", como andam as suas relações familiares, será que você não esta precisando ter uma conversa em família pra colocar as coisas nos eixos, ou será que sua família é aquela daquele reality da tv ? 
Tudo esta bem, ou você vai empurrando?
Eu tinha que ligar pro joâo, eu precisava da opinião dele, liguei :

- Fala ai João, beleza ?

Fala Dió, tava demorando, qual é o assunto agora?

- Cara, eu estava aqui dialogando com meus botões sobre esses realitys que passam na tv, o que você acha disso?
Resultado de imagem para frases diogeneshumor
Você Dió, você sabe que eu te respeito como amigo, você é gente boa, mas me liga prá perguntar dessas porras de realitys, é pura merda na tv, coisa inútil, uma coisa que não vai acrescenta nada em nossas vidas, quero que esses realitys vão se f...., vai tomar no $%¨&amp, vai prá casa do #.~~*%¨%¨&+*¨+", agora vê se não me enche mais o saco com isso.
Epa...tenho que desligar, vai começar meu reality preferido, depois a gente se fala,  não perco um episódio, fui...

Antes de ir deixo esta para vocês pensarem :


Resultado de imagem para frase de efeito humor




sábado, 24 de junho de 2017

Coisas da Vida - O comedor !

Eu cheguei em casa morrendo de fome, comeria até pedra, abro a geladeira e me deparo com suculentas e deliciosas salsichas, não pensei duas vezes, coloquei elas na panela para cozinhar, iria fazer um belo e delicioso cachorro quente, gosta? E quem não gosta? Assim que coloquei elas na panela com água quente, elas começaram a chorar e gritar :

- Me tire daqui, por favor, isso esta me matando!
Ouvindo aquilo corri pro fogão, e vendo as salsichas com lagrimas nos olhos, perdi o apetite, desliguei o fogo, larguei tudo ali do jeito que estava e decidi escrever um pouco, quem sabe isso poderia fazer eu me sentir um pouco menos culpado por ter torturado aquelas criaturas.
Logo que sentei na cadeira e ia começar a escrever, me veio a imagem das salsichas gritando, essa coisa do instinto primitivo do homem em abater animais para servir de alimento estava me pesando na consciência.
Resultado de imagem para matando animal para comer
Outro dia conversando com um amigo, ele disse que comer rã dava dor nas costas.
Depois dessa piadinha infame, vou voltar ao assunto, desde os primórdios das civilizações e da presença do homem no planeta, ele convivia com duas grandes possibilidades, ou ele comia ou ele era comido.
Resultado de imagem para dinossauro gif animado
Existem culturas hoje, que se alimentam de tudo que se move, consomem todo tipo de animal e também insetos.
Um exemplo do come o que vier, são os Chineses, talvez pela grande explosão populacional em seu pais e a necessidade de se alimentar muitas bocas, os caras lá foram provando tudo que se movia e ai pegaram gosto pela coisa, eles comem de tudo, carne de cachorro,  como escorpiões frito, grilos, gafanhotos, larvas, cobras, pássaros e por ai vai.
Nós os cidadãos do mundo "evoluído", se tivéssemos a oportunidade de ver como são mortos os animais que nos servem como alimentos, nunca mais comeríamos carne.
Para os carnívoros de plantão, eu não sou vegetariano não, também dou meus pulinhos, mas evito comer carne, por tudo isso que a gente tem acompanhado, informações sobre crueldades contra os animais são coisas que não faltam.
Como habito alimentar é uma coisa cultural, aos poucos nós iremos eliminando os animais do nosso cardápio, como sabe, a carne além de ser de difícil digestão, pode transmitir graves doenças aos homens.
Com o tempo o homem foi "evoluindo" e as mudanças foram acontecendo, quer um exemplo, antes o homem comia os animais crús, ai eles descobriram o fogo e o tempero e também as armas, e ai a coisa fodeu de vez, pensando bem, será que os homens evoluíram mesmo?
Inventaram agora o tal de abate humanitário, como se existisse uma forma de se matar mais humanitária :
Humanitário : adj. Que ama os seus semelhantes; humano!
De acordo com certa definição, abate humanitário é um conjunto de procedimentos que garantem o bem estar de animais que estão no "corredor da morte". Não tem muito sentido isso não é mesmo? Com dor ou sem dor, abate é uma coisa cruel, afinal, vão ser mortos para servir de alimento aos "humanos".
Esse negócio de morrer de uma forma humanitária, só pode ser coisa criada pelo homem, esse tipo de abate não atende o interesse do animal, afinal, ele será morto, então chega-se a conclusão que este tipo de abate, essa desculpa, interessa unica e exclusivamente ao homem.
O homem é mestre em manipulação, principalmente quando estão em jogos seus interesses, ele arruma uma desculpa para se dizer preocupado com o sofrimento do animal, para poder mata-lo e comercializa-lo, assim quem os consomem também se livram de qualquer peso de consciência, desculpas do tipo, eu como mas não tenho nada com isso, afinal, não fui eu quem os matou, ele só serve de alimento prá mim, indiretamente será que não tem?
Eu os devoro, fritos, assados, incendiados, em molhos, queimados, cozidos, mas eu não tenho nada com isso, afinal, eu sou só um simples consumidor.
Resultado de imagem para comendo muito gif animado
Liguei pro João prá saber a opinião dele sobre isso, e ele me disse :

- Cara, depois de umas "manguaças", desce de tudo, já comi carne de cobra, testículos cozido, linguiça de tudo quanto é tipo e tamanho, salsicha verde de boteco, torresmos, eu não fico preocupado com nada não, o álcool mata tudo, no máximo, no máximo você tem uma diarreia e depois passa.
Mas para te tranquilizar, sinto dizer que ultimamente não tenho comido ninguém!


Ficou chocado com as imagens, mas é assim que acontece, antes de encerra quero deixar esta para você pensar :

 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Coisas da Vida - As esfihas do Biriba!



Eu estava tomando café, quando  uma casca de pão na mesa olhou prá mim e perguntou :

-Tá olhando, algum "pobrema, perdeu alguma coisa aqui?

Naquele momento, quando ela citou a frase "pobrema", me veio a lembrança do Biriba, um vendedor de esfihas e salgadinhos na rua 7 de Abril, no centro de São Paulo, capital, no fim dos anos 70, ele dizia, se o seu "pobrema" é fome eu tenho a "solucionática".

Nos fim dos anos 70 começo dos anos 80, eu comecei a trabalhar em uma agência de publicidade como boy, uma agência internacional que até hoje esta no mercado,  prefiro na citar o nome, era um de meus primeiros empregos no centro da cidade de São Paulo, eu era boy,  boy era aquele pivete que fazia de tudo na empresa, entregava correspondências, comprava cigarro para o chefe, pagava as contas da família do chefe e era exploração por todos, era o faz tudo, mais conhecido como couro de pica, ia prá cima e prá baixo sem parar o dia todo.
 Resultado de imagem para office boy anos 70

Estava começando minha "carreira" de boy, e boy  era um dos que menos ganhava na empresa e um dos que mais trabalhava, ele ia prá cima e prá baixo com a tal mala 007 que era moda na época, sonho de consumo de todo office boy.
 Na hora do almoço, com o que eu ganhava eu tinha duas opções, ou comia no boteco "pé prá fora", pelo nome você imagina o que era o tal pé prá fora, para um entrar para fazer o pedido, dois tinham que sair, a especialidade da casa era salsicha ou linguiça no pão acompanhados pelos "deliciosos" sucos aguados sabor laranja ou como opção de outros sabores você tinha suco de algo parecido com outra coisa de sabor indefinido , o problema no pé prá fora era o preço um pouco mais caro que o outro concorrente.
  
Como concorrente direto eles tinham "As esfihas do Biriba!", com um  preço mais em conta e com salgadinhos não digo de melhor qualidade, mas a quantidade de massa "estufava", enganava o estômago e dava prá levar o trampo que era "pesado" até o fim do dia sem se sentir muita fome, era correria o dia todo, prá lá e prá cá.
Imagem relacionada
Eu preferia comer no Biriba, o Biriba tinha um cantinho no bar da esquina, nem cantinho era, era um pequeno carrinho, com uma luz que além de servir prá freguesia ver os produtos, também servia prá deixar os salgadinhos quentes, eram esfihas abertas e fechadas, empadão, esse empadão era do tipo 90 % de pelota de massa de farinha e água  e 10% de recheio, você comia e dava um nó nas tripas, o suco servia prá empurrar prá baixo, kibes, bolinhos de carne, coxinhas etc, era uma delicia aquelas  esfirras abertas e crocantes do Biriba, eu achava.

O Biriba era uma figura, lembrava aqueles bicheiros com  correntes no pescoço, no pulso, relógios baratos, cabelo repartido de lado, sempre brilhando, tipo fritou bacon no porão, sempre com seu avental azul com a lateral descosturada, caneta e bloquinho no bolso, a vantagem em comer no Biriba era que se você não tivesse dinheiro na hora, comia fiado, pagava depois.
Resultado de imagem para fiado frases

Uma bela manhã, uma garoa fina cobria São Paulo e ia eu pela rua 7 de Abril, rua em que trabalhava, pouca gente circulando era cedo ainda, subindo a rua, fico observando uma bicicleta,destas que tem um cesto metálico na frente e que serve para carregar coisas, ela passou por mim e um pouco mais a  frente,  o pneu bateu em um buraco e a caixa de papelão que estava no cesto pula e cai de "boca" prá baixo no asfalto molhado, o condutor da bicicleta, para, fica de joelhos e arrasta algumas coisas que caíram e estavam embrulhadas em jornais, coloca de volta na caixa, põe no cesto e segue a viagem.

Eu ali continuava a observar o trajeto da bicicleta, que logo a frente parou no bar da esquina, justamente aonde o Biriba tem seu cantinho e que ali vende seus salgados, fiquei curioso acompanhando o movimento, ao me aproximar, percebi que aquela caixa  que havia caído no chão estava em cima do balcão do Biriba, e embrulhado nos jornais estavam as "deliciosas" esfirras e salgados crocantes, aquelas que o Biriba vendia.
Resultado de imagem para esfihas abertas humor
No momento tive um choque, era uma mistura de vontade de vomitar, diarreia, vertigem e desespero,
pensei comigo, tanto tempo comendo aquela porra daqueles salgados, se era transportado dessa forma, embrulhado em jornais, imagine então como eram feitos, afinal, o que eu andava comendo.
Disfarcei prá ele não notar que eu havia visto ele desembrulhar aquelas merdas dos jornais, isso porque ele também não sabia que aquilo havia caído na rua e recolhido de qualquer jeito, mas mesmo que soubesse com certeza venderia aquilo da mesma forma, Biriba nunca foi "politicamente" correto.
Resultado de imagem para embrulhados em jornais
Depois do choque, agradeci a Deus por ainda estar vivo depois de comer aquelas coisas, e nunca mais apareci ali no Biriba, ele começou a sentir minha falta, uma bela manhã ao passar ele me parou, me cumprimentou e fez a pergunta :
- E ai Dió, não apareceu mais, aconteceu alguma coisa, tem algum "pobrema", você não  comeu mais aqui, você sempre foi meu "criente" numero 1?

Fiquei meio sem graça, precisava pensar em uma resposta rápida  :
- Não tem problema alguma não Biriba, é que agora tô trazendo marmita, prá economizar, você entende né?
O Biriba me olhou com tristeza, afinal, havia perdido um grande e fiel cliente e eu por sua vez ganhado mais alguns anos de vida, afinal, o que será que eu andava comendo, de que forma e como era feito a porra daqueles salgados ?
Resultado de imagem para comida nojenta


Antes de ir quero deixar esta prá você pensar :

Resultado de imagem para casca de pão humor