Início

Sobre

Áudios

Vídeos

Contato

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Coisas da Vida - Situação do Desempregado (parte II)




Depois de algum tempo que fiquei sem emprego, comecei a perceber certas coisas que até então estavam escondidas atrás do véu do com ou sem dinheiro e ai as coisas tomaram seu rumo normal para quem esta ameaçado de ficar com dividas, ficar com dificuldades de pagar contas, de relacionamentos, de comer, passear, ter o mínimo de conforto que o dinheiro pode oferecer a nós pobres mortais.
Para quem ai não passou por isso, espero que não passe, aqui vai umas dicas dos primeiros sintomas desta fase:

1) Aqueles amigos que você achava serem seus amigos são os primeiros a parar de te visitar e te ligar, estão preocupados em não se contaminar com seu “vírus” do desemprego, se é que isso existe.
2) A turma do vou dar uma passadinha ai na sua casa e fazer uma boquinha rapidinho são os primeiros a dar no pé e desaparecer, o interesse deles era só a “boca livre” que no tempo das vacas gordas ele conseguia com você.
3) Os próximos a desaparecer são aqueles que ficavam na sua “cola” a espera de quem sabe você chegando lá, eles possam pegar uma “carona” e ter algumas vantagens a seu lado.
4) O que mais me decepcionou foi o comportamento de alguns personagens que passaram por minha vida, pessoas que eu acreditava não ter aquele comportamento
ou caráter e bem dali veio a maiores surpresas, é, o ser humano é capaz de cada atitude que até Deus duvida, mas fazer o que? Vivendo e apreendendo!

Fora estes “detalhes” comportamentais dos seres “humanos” que nos cercam, o mais estranho é que justamente, quando você esta sem grana é essa a hora que você tem vontade de comer e beber coisas, que quando você tinha dinheiro para gastar nem ligava pra aquilo ou nunca se interessou em comer aquelas coisas.
Até seus “vermes” internos, a chamada “se não comer vai ficar com “bicha”, já ouviu isso,até ele entre em guerra com você tornando a sua situação mais conflitante ainda.
Até seus vermes aqueles que te acompanham há anos parecem que ficam mais rebeldes por você não ter condições de fornecer a eles a cota semanal de doces.
Acho que o que mais deixa a pessoa desempregada puta da vida é quando ela começa a perceber que aquelas pessoas “próximas”, parentes, amigos e afins começam a dar as seguintes desculpas quando você liga para a casa ou trabalho de alguns deles, abaixo segue relação de desculpas para você desempregado começar a se interar e perceber a situação e o ambiente que você ira encontrar nesta sua nova fase, a coisa começa a ficar ruim quando você liga e recebe as seguintes desculpas:
- Puxa, se você tivesse ligado a uns minutinhos atrás ele estava aqui!
- Que pena, ele acabou de sair, você quer deixar recado?Passo pra ele assim que ele voltar e ele te retorna a ligação!
- Você deu azar, acabou de sair e hoje ele não volta mais!
- Ele não esta, será que posso ajudar?




Tem também as desculpas de quando você vai fazer visita a “estes” amigos e parentes, fique atento e preste atenção nas respostas se alguma se encaixar neste perfil a luz vermelha acendeu para você:
Você vê a carro do cara na garagem e percebe alguém atrás da cortina a espiar e recebe a seguinte resposta:
Ele acabou de sair com o pai! Sendo que você sabe que o pai não sai nem com a mãe dele, imagine sair com ele, ou, Ele foi à casa da namora, sendo que você sabe que ele nunca namorou ninguém, ou, Ele saiu com amigos para uma balada e acho que ele nem volta mais hoje!, Sendo que você o conhece e ele é um cara que nunca gostou nem de festas, imagina ele indo a alguma balada, (mentira) ele estava lá entocado atrás da cortina, fazendo o sinal da cruz para você ir embora logo e não pedir nada a ele.
Apesar de tudo isso fique calmo, isso passa, aprenda nesta fase e selecionar melhor suas amizades e quem costuma estar do seu lado, preciso fazer o mesmo.(rsss), acontece, como disse antes, vivendo e apreendendo.