Início

Sobre

Áudios

Vídeos

Contato

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Coisas da Vida - Bêbados ao volante!


Eu fui até a padaria perto de casa para comprar pão e ao atravessar as rua na faixa, com o farol verde prá mim, vem um carro em alta velocidade e quase me atropela, eu, com a educação que me é peculiar, gritei em voz alta :

 - Filho da puta...!

 Mas de nada adiantou, ele seguiu em frente sumindo no meio dos carros, cheguei em casa, e depois de um susto desses decide tomar uma taça de vinho, taça é mais chique que copo, eu estava precisando relaxar um pouco, quando estou tirando a rolha da garrafa, ela olha prá mim e diz:

- Cara, de tanto eu beber, tô com o figado detonado e ainda por cima acabei ficando dependente de álcool, que vidinha de merda é essa a minha, agora vivo em função da bebida!
 Fiquei ali degustando meu vinho e observando a rolha, ela estava toda inchada, olhos vermelhos, pele meia esverdeada, pé inchado, acho que isso já é inicio de cirrose,ela tremia e dizia :

 - Me dá mais um gole, eu preciso, eu preciso ! Me dá mais!

Eu decidi sair dali, não queria mais acompanhar aquela cena deprimente de uma rolha dependente e viciada em álcool, ai decidi vir escrever um pouco.
 Eu tenho acompanhado os noticiários e o que se ouve já a um bom tempo é :

 - "Homem" dirigindo bêbado, sobe com veiculo na calçada, atropela, mata e foge sem prestar socorro.
Me diz, você já ouviu isso quantas vezes este dias? Esta semana? Este mês? O pior é que nada acontece, a coisa só fica ruim mesmo é para os familiares das vitimas, principalmente se o acusado for algum filhinho de empresário rico ou vier de família endinheirada, ai é capaz de se culpar o carro ou o defunto e ele ser condenado por homicídio doloso.
Você Já percebeu que nesses acidentes, quando o réu é burguês, a primeira pessoa para quem ele liga é seu advogado ou para o "papaizinho?
Ele geralmente se preocupa com seu veiculo, com o prejuízo financeiro que o cara que foi atropelado possa ter dado a ele, ele preocupa mesmo mesmo com o seu "carro", se ele ficou muito machucado, a vitima sempre é a "ultima a saber", um detalhe nisso tudo, é a figura que menos importa prá ele, vimos isso acontecer recentemente aqui em São Paulo e por varias vezes.
O acusado sempre tem uma desculpa, o "coitadinho", não fez por mal, bem instruído diz que não estava dirigindo bêbado, não estava correndo, não deixou de socorrer a vitima, diz não se lembrar de nada, que deu um branco, diz que estava abalado emocionalmente, se nega a fazer teste do bafômetro, cobre a cabeça, diz que fugiu com medo...respostas padrão e ensaiadas.
Aviso aos navegantes, agora a coisa mudou com a nova lei, pego no teste do bafômetro  vai pagar uma multa de r$ 1.900,00 reais e se reincidir no período de um ano ela duplica, vai perder pontos na carteira ou ela será aprendida, terá também que pagar fiança que será estipulado pelo delegado, a fiança para tem dinheiro é fácil, o bêbado deveria  ir prá cadeia mesmo, o carro é uma arma nas mãos desses irresponsáveis.
Prá quem tem um puta carrão importado, que é o preço de uma casa, uma fiancinha qualquer não faz a menor diferença, ai o individuo sai pela porta da frente na maior cara de pau, e vai prá casa da " mamãe e papai" descansar um pouco, vai responder em liberdade cujo processo se arrastará por anos, a gente sabe como são as coisas em nossas terras tupiniquins.
"Coitadinho", e sobram as lagrimas, o vazio, as saudades e corpos para serem enterrados pelas famílias das vitimas, vamos dar uma salva de palmas para essas nossas leis que beneficiam bêbados assassinos.
Geralmente para esses bêbados travestidos de bons moços que andam matando por ai com seus possantes carros, nada acontece, tudo é festa e alegria, esses processos se estendem, tudo isso é uma tortura interminável para quem quer justiça.
Essas aberrações, acontecem todos os dias, recentemente houve uma mudança nas leis, mas será que isso é o suficiente? O Brasil esta em primeiro lugar do mundo em mortes por arma de fogo, com certeza estamos também em primeiro lugar em relação a morte por acidentes de trânsito causados por motoristas bêbados e irresponsáveis.
No pais aonde se atropela e depois foge e vai pra casa dormir para curar a ressaca, que não se socorrem as vitimas e é só se pagar fianças e multas e fica tudo bem, isso é o suficiente?
Tivemos recentemente um belo exemplo, em uma dessas passeatas que estavam acontecendo, um "empresário" com lindo veiculo blindado, passou em cima de dezenas de pessoas e infelizmente um estudante de 18 ano veio a falecer, fugiu, não prestou socorro, foi preso ontem em uma clinica de reabilitação de usuários de drogas, o que você acha que ele merece? Toda a violência da atitude dele esta gravada e não há desculpas pelo que ele fez, espero sinceramente que ele  não seja solto até o julgamento.
Que  as vitimas não sejam mais punidas que os agressores, vamos dar mais um Viva para o nosso Brasil e seus motoristas assassinos e irresponsáveis, a impunidade agradece!

Poderia até ligar para o meu amigo João para ter uma segundo opinião sobre o assunto, mas  já sei a opinião dele, ela  é muito parecida com a minha, antes de ir quero deixar esta para você pensar :