Início

Sobre

Áudios

Vídeos

Contato

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Coisas da Vida - Vamos espancar quem hoje?


Ontem eu estava regando as plantas no quintal quando ouvi um chamado:
- Hei...psiu...psiu...aqui, olha aqui, aqui embaixo!!!
Sabe quem era?, era uma minhoca, ela estava próxima a uma planta e pediu para eu regar ali, e papo vem e papo vai, ela ousada começou a me falar sobre a vida pessoal dela, ai surgiu o assunto sexo, ela me disse que tinha uma vida sexual muito animada, disse que o seu corpo é todo dividido por segmentos, o que lhe confere a qualidade extraordinária de se reconstituir quando lhe é amputada alguma parte.
Ela me disse algo realmente interessante, é que as minhocas são hermafroditas, ou seja possui os dois sexos, mas, ao contrário de outros animais nestas circunstâncias, não consegue autofecundar-se.
Ela disse tambem que são necessárias duas minhocas para a dita fecundação : o lado feminino de uma comunica com o masculino da outra e vice-versa.
Disse a ela que achava muito curioso esse comportamento, e disse também que se isso
acontecesse com os humanos diriam ser coisa do demônio, coisa de outro mundo, que seria uma aberração, etc, ela disse achar estranho a reação dos ditos "humanos" em relação a isso, após uma pequena pausa, ela saiu gargalhando que chegou até perde o fôlego, foi cavando a terra e afundando e ainda consegui ouvir ela dizer:
- Esse tipo de comportamento só poderia partir do ser "dito" humano! Depois sumiu terra adentro!

Depois de ouvir isso, entrei em casa e sentei a frente do meu pc e decidi escrever, quando comecei a escrever, me veio a lembrança os últimos acontecimentos na Av. Paulista, as agressões aos homossexuais e tudo leva a crer que o motivo é a tal da homofobia.

- A homofobia (homo= igual, fobia=do Grego φόβος "medo"), é um termo utilizado para identificar o ódio, a aversão ou a discriminação de uma pessoa contra homossexuais e, consequentemente, contra a homossexualidade, e que pode incluir formas sutis, silenciosas e insidiosas de preconceito e discriminação contra homossexuais.
Como pode acontecer essa série de agressões e espancamentos gratuitos aos homessexuais? Estão esperando que mais alguém morra para se tomar uma atitude firme?
Como pode acontecer isso em uma avenida como a Av. Paulista, coração financeiro de São Paulo, uma referencia de modernidade, se isso acontece lá, imagine o que acontece na periferia, aonde o povo é largado a própria sorte? Isso tudo é vergonhoso.

A vergonha é saber que existem "pessoas", uma insignificante parcela da sociedade que acha que pode ditar como deve se comportar, ou como tem que se comportar, agir, um outro grupo social.
O problema da nossa sociedade hipócrita é que pessoas mal resolvidas na vida, mal amadas, recalcadas, doentes da alma, em vez de se preocupar em tentar resolver seus próprios problemas e frustrações, decidi jogar o seu problema embaixo do tapete e sai ai querendo "transformar" o mundo de acordo com a sua visão ultrapassada, mesquinha, arrogante e pessimista.
Para isso acontecer, nada melhor que sair espancando, agredindo, até a hora que se comete um grave crime, um assassinato, ai a pessoa vai para a cadeia e lá sim, ela vai cair na real, creio eu, lá esse "ser", perceber que não passava de um bosta recalcado que tinha de tudo menos um cerêbro, mas já é tarde.

As pessoas tem direito de escolhas, chega de hipocrisia, ser gay ou não gay, ser macho ou não macho, alguém pode traçar um perfil de ser "humano" que poderia ser exemplo para a nossa sociedade?
Talvez um padre ou pastor, mas existem os bons e maus, existem lobos em peles de cordeiro.
Talvez um casal que esteja a uns 60 anos juntos, mas, e nessa trajetória o que pode ter acontecido? Traição? Vicios? Sacanagens?
Como vê, tudo é muito relativo, recalcados sempre estão a procura das "bruxas", ninguém esta contente com as "suas", enquanto se olha as "bruxas" dos outros a sua não vai incomodar.

Partindo do principio que tudo que existe é criação de um Deus, de uma energia, de algo supremo, ou sei lá, cada um tem a sua visão, e se o universo e tudo que há nele é criação desse SER, poderoso, infalível, etc, então os homessexuais, os "machões", assim como tantos outros seres, animais, insetos que se procriam e se relacionam de formas diferentes, conclui-se que, Deus em sua "fabrica", produziu e liberou "peças" com defeitos de fabricação.
Ai voce vai dizer que animal é animal e humano é humano, não somos todos nós criação de um só Deus? Se ele é infalível, porque ele criaria e colocaria seres tão distintos vivendo no mesmo espaço, e como explicar essas diferenças?

Sinto que o Todo Poderoso criou essa diversidade pensando unica e exclusivamente que devemos respeitar as diferenças seja ela qual for e que a unica coisa que importa é a máxima de jesus:
-Amai ao próximo como a si mesmo!

Não é essa horda de ignorantes, não é a igreja, o padre, o papa, o pastor ou sei lá quem mais que vai dizer o que é bom ou não prá você, já vivemos em um mundo tão difícil e conturbado, com problemas graves de toda natureza, temos a obrigação de procurar a felicidade, e o que realmente importa é seu comportamento perante a sociedade, é seu respeito próprio, é o seu caráter, a sua dignidade e ela não esta em um pênis ou em uma vagina, muito menos em suas opções sexuais.
O que vemos é um desfile de heterossexuais das mais diversas camadas da sociedade cometendo todo tipo de aberração sexual, orgias, bacanais, drogas e sem citar aqui crimes das mais diversas naturezas e tudo é aceito na maior naturalidade.
Casais heterossexuais, aparentemente "sérios", tipo casal padrão imposto pela sociedade, aonde o marido traí a mulher, a mulher trai o marido, mas ai pode, claro que pode, tudo acontece "nas sombras " e ai todo mundo finge não ver, não saber, e a vida segue seu rumo.

Desde a criação do mundo, os homossexuais estão por aqui, não é modismo nem comportamento de época, no período em que Jesus passou pelo nosso planetinha,
eles faziam parte da sociedade.
Entre os grandes imperadores, políticos importantes, princesas etc, estavam alguns homossexuais, só que também assim como hoje naqueles tempos também já existiam os hipócritas.
Há opiniões divergentes e dogmas religiosos em relação ao homossexualismo, mas isso é o que menos importa, cada um pode achar o quiser desde que respeite o limite do outro.
As religiões e seitas deveriam realmente se preocupar com as desigualdades sociais, a fome, a miséria humana, física e espiritual, ajudar um pouco mais e cobrar um pouco menos $$$.
Deveriam passar a seus seguidores que se deve respeitar o próximo, não querer se impor passando por cima de tudo e achando que a "sua" verdade, é a verdade absoluta que rege o mundo.
A sociedade sofre de uma doença gravíssima chamada hipocrisia, joga a sua sujeira embaixo do tapete e sai a "caça das bruxas".
( Hipocrisia)- A hipocrisia é o ato de fingir ter crenças, virtudes e sentimentos que a pessoa na verdade não possui. A palavra deriva do latim hypocrisis e do grego hupokrisis ambos significando representar ou fingir.
Eu precisava de uma segunda opinião, então liguei pro João, aquele meu amigão, o telefone toca, toca, e toca, ele demora, mas atende:

E ai João, tudo em cima, aqui seu amigão, sabe quem é?

-Porra, só pode ser o chato do Dió? Cara, estou na maior festança aqui, o som aqui tá alto e eu não estou ouvindo merda nenhuma, faz o seguinte, depois eu te ligo!

sábado, 20 de novembro de 2010

Coisas da vida - Qual a cor da consciência?


Era uma daquelas manhãs em que a gente acorda morrendo de fome, após eu lavar o rosto, escovar os dentes, esquentei o leite, o café, preparei um delicioso pão com manteiga e quando fui colocar o pão na boca, ouvi uma discussão que vinha do chão, perto da porta da cozinha.
Fiquei procurando, e vi ali bem perto da porta da cozinha, duas formigas discutindo, aparentemente por uma migalha de pão.
Elas discutiam reivindicando aquele território e também o cisco de pão, uma formiga era a saúva, aquelas vermelhas, a outra era uma do gênero formiga negra, elas batiam boca, e estavam quase chegando a vias de fato, vendo aquilo tive que interromper a discussão :

Ei vocês, dá prá parar com isso, não vê que ainda é muito cedo,  com essa gritaria, vocês irão acordar todos na casa!

Eis que a formiga saúva respondeu :
- Fala isso prá ela aqui, ela invadiu meu território prá roubar comida!

E a formiga do gênero negra, rebateu :
- Invadi nada, estava procurando algo para levar para o formigueiro, quando avistei este cisco de pão, você é que é folgada e se acha dona de tudo!

A saúva retrucou:
- É você que é folgada e acha que pode sair por ai pegando tudo...

Vendo que aquela situação iria continuar, interferi :

Ei, vocês duas, parem com essa merda de discussão inútil, faz o seguinte, cada uma leva um cisco de pão e sigam seus rumos, vão caindo fora...agora...

Uma olhou para outra com um "ar" de superioridade, cada qual com seu cisco de pão, tomaram rumos diferentes e desapareceram na "imensidão do quintal".

Após aquele incidente pela manhã, decidi escrever, e quando comecei a escrever, me veio a lembrança das formigas e a intolerância das duas por serem de "raças" diferentes.
Falando nisso, me lembrei do dia da Consciência Negra que é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, que ocorreu em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro que aconteceu em (1594).
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos.
Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
É interessante quando se fala em preconceitos, fui procurar o significado no dicionário: preconceito (pre-con-cei-to)
Fôrma de pensamento na qual a pessoa chega a conclusões que entram em conflito com os fatos por tê-los prejulgado. O preconceito existe em relação a quase tudo e varia em intensidade da distorção moderada a um erro total.Basicamente significa, a opinião que se tem antes de conhecer algo.
Como se vê, o seu significado é bem extenso, e éssa palavra é muito utilizda em relação ao racismo, que significa: subst m racismo [ʀa'siʒmu]
Discriminação em relação a um grupo de indivíduos.
Outro dia estava na cidade e vi um cidadão negro com uma camiseta com os dizeres:
100% negro, isso não poderia ser encarado como uma forma de preconceito em relação as outras etnias?

E se fosse um cidadão branco com uma camiseta com os dizeres:  "100% branco", será que seria encarado como uma coisa normal ou seria encarada como racismo?
Nessa semana de Consciência Negra, acontecem eventos com premiações a negros de destaque na sociedade, como atores, músicos, jornalistas, educadores etc...
E se tivéssemos a semana da Consciência Branca, com o mesmo tipo de premiação, como seria visto este tipo de atitude? Ou semana Amarela, ou vermelha?
Temos também a Universidade Zumbi dos Palmares, que tem o seu corpo estudantil, quase que na totalidade, formada por alunos negros, será que não se poderia se ver nisso uma forma de preconceito em relação a brancos, amarelos, indios etc.
E se criassem uma universidade só para brancos, amarelos, vermelhos, como seria encarado isso?
Se tivermos que previlégiar os excluidos, então porque não criar:
Dia do Pobre, dia dos sem terra, dia do nordestino, dia dos faminto, dia do amarelo, dia do vermelho, dia do salário minímo etc e vamos lhes dar os mesmos previlégios, isso não seria justo?

Temos as cotas universitárias, não seria mais fácil competir em igualdade com as outras etnias? Pelo que tenho analisado, uma grande parte dos estudantes negros não acham que isso seja certo, que seja justo.
Com esse tipo de favorecimento das cotas, sai perdendo o estudante pobre que além de ter que competir com os alunos "filhinhos de papai", vão ter que esperar a sobras de tudo isso para ver se conseguem alguma migalha.
No fim dos anos 70, eu acompanhei isso de perto, eu morava perto da escola, a grande maioria de meus amigos eram negros, nunca tive problema com isso e nem enxergava a diferença de pigmentação de pele como algo que pudesse distanciar nossos relacionamentos ou amizades.

Um de meus grandes amigos foi o Jonas que todo dia vinha jantar em casa e deixava sua mala de trabalho antes e ir estudar, após as aulas, ele saia da escola, voltava em casa, pegava a sua mala de trabalho e ia para sua casa.
Naquele período, se faziam "festas" nas casas, me lembro muito bem, algumas dessas festas eram diferenciadas, meus amigos negros, faziam festas exclusivas, aonde só entravam os negros, com algumas exceções.
De branco só eu e um amigo, o "injeção", ele tinha esse apelido porque trabalha em uma farmácia, só eu ele íamos nas festas de nossos amigos negros.
Cheguei a ter uma banda de rock na escola, meus amigos da formação da banda eram três negros, e dois brancos, contando comigo.
Fico pensando como as pessoas possam se achar "superiores" pelo simples fato do pigmento de sua pele ser diferente da pele do outro, como se um bom caráter pudesse ser medido pela cor da pele, isso é um absurdo, não cabe mais nesse novo período que vivemos.

Analisando tudo que acompanhei, sou contra essa coisa de um dia especial ou exclusivo para uma etnia, que tal a criação do Dia da Vida, aonde as pessoas pudessem comemorar a vida, aonde as pessoas se respeitassem pelo seu caráter, pela sua dignidade?

Talvez eu seja um grande sonhador, talvez eu também tenha tido uma educação aonde desde muito jovem aprendi que as diferenças não esta na cor da pele.
Graças a Deus, as novas gerações estão chegando com uma "nova cabeça", entendendo que essa coisa de preconceito é um comportamento primitivo e ultrapassada e que isso não tem mais espaço na sociedade moderna.
Acredito que o que realmente importa nesse nosso planeta cheio de loucos, desequilibrados, desvairados, é procurarmos a felicidade, o nosso bem estar e das pessoas que nos cercam e só seremos felizes o dia que conseguirmos respeitar e conviver com as diferenças.
Eu precisava de uma segunda opinião, liguei pro João, meu amigo, inclusive para quem não conhece, ele é negro, e eu queria saber a opinião dele a respeito desse assunto:

- E ai João belele?

Fala Dió, tudo bem? E ai o que manda?

- João, nesse dia 20 de novembro se comemora o dia da Consciência Negra, o que você acha disso?

Cara, não tô nem ai prá isso, se eu como negro comemorar esse dia, acho que estarei
sendo preconceituoso em relação as outras raças, a minha opinião é que pau que dá em Chico, dá em Francisco! A minha consciência não tem uma cor especifica, ela esta nas minhas atitudes!

- E esse negócio de usar a camiseta com os dizeres, 100% negro?

Eu já vi muitas dessas, o único dizer que eu colocaria em uma camiseta é:

O resto pouca diferença acrescenta no meu crescimento como pessoa ou como cidadão!

Fui...

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Coisas da vida - Joga uma pá de cal em cima !


Eu estava me preparando para pintar o muro do quintal, o muro de fora eu pinto com uma mistura de cal, água e um produto químico prá fixar a pintura.
Quando eu fui pegar o saco de cal ele se moveu e disse :

- Percebi que você esta lendo o manual de instruções no meu corpo, me preparar para uma pintura, é muito  simples, fica tranquilo.
Dió, você sabia que a expressão popular jogar uma´pá de cal significa dar por encerrado, antigamente nos enterros o cal era jogado para o defunto feder menos, hoje com os caixões mais fortemente vedados não há esse problema, agora pode continuar seu "trabalho".
Mais tarde, depois de ter acabado a pintura do muro, do banho e de me alimentar, decidi sentar para escrever para vocês.
Me veio a mente a conversa que eu tive com o saco de cal e ai me lembrei dos cinco prêmios para os quais a bandinha Restart foi indicada na 6ª edição do Vidêo Music Brasil - VMB 2010.
O evento foi realizado na noite do dia 16 passado em uma casa de espetáculos aqui em São Paulo. Os vencedores foram eleitos por meio do voto popular através da internet.
A banda venceu nas categorias revelação, artista pop, melhor clipe por "Recomeçar", hit ("Levo Comigo") e arrematou ainda o prêmio de artista do ano, considerado como o mais importante da premiação.

Os integrantes do grupo foram vaiados pela platéia e a noticia que divulgaram em relação as vaias, eles foram vaiados porque chegaram atrasados ao local da cerimônia de entrega dos prêmios, eu já acho que foram vaiados porque são fracos, ruins musicalmente e o povo que estava lá não gostou do resultado das premiações.

Essa banda faz uma musiquinha feijão com arroz para pré adolescentes que passam o dia todo na internet por falta de coisa melhor prá fazer.
Levar o prêmio de artista do ano? A banda Restart? O mundo vai acabar, fim dos tempos! É o fim da musica popular brasileira, acabou o talento brasileiro, acabou a criatividade e a qualidade musical no Brasil.
Deveria haver uma pré seleção das bandas, uma análise mais criteriosa, não esse oba-oba.
Não creio que eles tenham talento suficiente para abocanhar todos estes prêmios.
Fazer o que né, a gravadoras falidas, o pagode acabou, o sertanejo love brega desapareceu, tentaram enfiar guéla abaixo esse tal de tecno bréga, ainda bem que não vingou por aqui, como não havia nada melhor, "não tem ocê, vai ocê mesmo".

Já não chega a banda calypso, calcinha preta, funk de tudo quanto é jeito, e tantas outras coisas que a gente ouve por ai? Agora temos nas paradas "premiada banda" Restart.
E depois criticam o saudosismo dos anos 80/90 quando surgiram, Paralamas, Legião Urbana, Titãs, Skank, Barão Vermelho, Capital Inicial e tantos outros talentos.
Se você analisar o que tem surgido no mercado musical nos últimos tempos vai entender este saudosismo.
Decidi ligar pro João, aquele meu amigo, prá saber a opinião dele, ele atende :

- Fala João, cara, tô abalado, você viu a premiação do VMB 2010, aquela bandinha
a tal de Restart levou 5 prêmios, inclusive o prêmio de artista do ano, o que você acha disso?

Dió, vou ser curto e grosso, Restart, pode Deletar.

- João, então faz o seguinte, você deleta e eu jogo uma pá de cal em cima, assim não há perigo de feder!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Coisas da Vida - Uma cadeira prá viagem !


Estava eu sentado na cadeira e escrevendo para vocês quando ela começou a se movimentar sem parar, me assustei e perguntei prá ela o porque de tanta agitação.
A cadeira me disse que estava incomodada com essa lei a respeito das cadeirinhas em veiculos, essa lei que obriga proprietários de "alguns" veiculos automotores a usarem as cadeirinhas para transportar crianças.
Vendo a agitação da cadeira, pedi para ela se acalmar, fiz um chá, ela tomou, algum tempo após pegou no sono.
Após ver a cadeira naquela agitação, me coloquei a pensar no assunto, a lei da cadeirinha diz que a partir de quarta-feira (01/09), transportar crianças sem o assento adequado vai render uma infração gravíssima com uma multa de R$ 191,54 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).Crianças de zero a sete anos e meio obrigatoriamente devem utilizar o acessório.
Essa lei é cheia de falhas e brechas, ônibus não precisa, mas não vão crianças em ônibus? E se houver acidente não existe perigo da criança sair "voando"?
Como é possível não ser obrigatório o uso em peruas escolares? Ali só tem crianças e não é obrigatório o uso?
Agora me explica como a "autoridade" que vai multar, tem como saber a idade da criança que esta, no caso, sem a cadeirinha? A "autoridade" diz que vai multar porque a criança precisa usar a cadeirinha, mas ai o pai diz que a criança tem mais de sete anos e meio, e ai?
Será que a "autoridade" vai pedir o rg da criança? E se o pai não tiver um documento dela, como fica a coisa? Tudo muito confuso.
Será que algum dono de uma dessas empresas que fabricam essas cadeirinhas tem ligações familiares, de amizade ou de interesses com quem ajudou elaborar essa lei?
Já tivemos um "Gênio" que criou aquela lei da bolsinha de primeiros socorros, você se lembra disso?
A lei foi obrigatória por algum tempo, tínhamos que levar essa inútil bolsinha nos veículos, no caso de um grave acidente, uma batida, um capotamento, um atropelamento, tinhamos ela para socorrer as vitimas.

Na bolsinha continha:
1 rolinho de esparadrapo
1 rolinho de gase
1 luvinha , nem me lembro mais que tinha naquela porra que não servia nem prá limpar a bunda, como se socorre alguém acidentado com isso?
Quem gostou da lei foram os fabricantes daquelas merdas, ficaram ricos, como era obrigatório, venderam milhões delas, depois que todo mundo gastou dinheiro com aquele lixo, a lei foi extinta, e viva o Brasil!
Agora vem a lei da cadeirinha, agora o lucro dos fabricantes é de bilhões, calcule que cada cadeirinha dessas tem o preço minimo de r$ 100,00 reais e ai vai subindo, imagine o faturamento dessas empresas.
E o espaços nos veiculos então como ficam? Se o cara tiver dois filhos tá perdido, imagine o gasto com as cadeirinhas.
Liguei pro João meu camarada para saber a opinião dele, o telefone toca e o João atende:

- Fala ai João, e a vida como anda?

Como anda? Tô meio puto contigo !

- Porque João?

Soube que você andou espalhando por ai que sou Gambá, Corinthiano, sacanagem sua!

- Foi mal joão, só um engano!

Engano? Engano o cacete, sou Verdão com muito orgulho, torcer pros gambás...sou bêbado mas não sou louco!



- Foi mal João, eu te liguei mesmo prá saber a respeito da sua opinião em relação a essa lei que obriga cadeirinhas para levar crianças nos carros!

Tô cagando e andando prá essa lei, não tenho carro, não tenho filhos, que se foda a lei! Um dia ainda serei pai de palmeirensezinho lindo! É o meu sonho!

Mas por enquanto só fico na linha de produção...,mas na real, o que tem que se criar é uma lei para se levar as garrafas de "ceva" em cadeirinhas, imagine só uma batida, um acidente e as garrafas se quebrando e o nectar dos deuses se espalhando pela pista.Cara quando vejo acidente de caminhão, esses que levam engradados de "ceva", o caminhão tombado e as caixas espalhadas, garrafas quebradas, chego até entrar em depressão só de ver uma imagem dessa!

Agora você me chamar de corinthiano...vai se fu... (tu..tu..tu..)

- Foi melhor eu desligar...

domingo, 12 de setembro de 2010

Coisas da vida - Que "Zica"!


Estava jogando futebol no vídeo game, gosto muito de games e acho que é uma grande distração. Como todos sabem sou torcedor do grande Verdão aqui de São Paulo, o Palmeiras,estava jogando com o time do Palmeiras e percebi que no vídeo game o Palmeiras ganha todas, principalmente com a atual escalação, com Valdivia, Kleber, com o Felipão, pensei, porque será que na real o time anda tão ruim, só empata, empata e perde, e empata de novo ou perde?
Quando de repente a imagem do game dá uma parada e me surge na tela o Filipão virtual, ele me chama no canto da tela da tv e diz:
Eu sei o porque o verdão anda nessa fase, sabe o que é? Sabe esse jogador contratado do corinthians "esse ai", que perde um gol atrás do outro, que não acerto um passe, pois bem ele veio "zicado", deram um sapo prá ele comer e depois venderam ele pro Palmeiras, ele veio "macumbado" só prá "zicar" o verdão.

Você já pensou nessa possibilidade? Só pode ser essa a explicação da fase ruim que o time esta passando, tem bons jogadores na escalação e só empata ,empata, quando não perde, você não acha?

Nisso o jogo no game destrava e continua, joguei mais algumas partidas e não conseguia tirar da cabeça o que o Felipão virtual havia me dito.
Depois de desligar o game me coloquei a pensar, acho que o felipão virtual esta com a razão, as coisas anda ruins pelos lados do Palestra, e eu que pensei que fosse a camisa verde limão, já percebeu que o time jogando com essa camisa não ganha nenhuma partida e olha lá quando dá sorte de empatar, eu preferia a tracional, vamos lançar a campanha "Volta a Tradicional" e quem sabe isso ajuda.
Agora me diz, como explicar vencendo um jogo por 2 X 0, o time leva uma virada? Tem jogo que estava ganhando de 1 x 0 e aos 49 do segundo tempo leva um gol e o jogo empata, os jogadores não acertam um passe, perdem gol que até a minha falecida avó fazia? Alguém ai tem uma explicação prá isso?

Eu ia ligar para o João o meu camarada, para ter uma segunda opinião, mas como ele é corinthiano, ele iria tirar uma com a minha cara, eu iria ouvir merda e seria alvo de chacota, então decidi ligar pro Caio, um Palmeirense roxo.
O telefone toca, e toca e ele atende :

- Alô...

Alô e ai Caio tudo belele?

- Quem é?

Aqui Dió, tudo bem?

-Vai indo! Tá mais ou menos!

Tô vendo que você tá meio prá baixo, meio caido!

-E não é pra menos, estou muito abalado com o meu verdão, essa porra do meu time, não vai, esses $%#@### não jogam, só empatam, o Filipão ganha uma puta grana e o time não anda os jogadores são um bando de %x&6t&## , só pensam em dinheiro e não honram a farda, não jogam com raça e ainda mais para piorar, contrataram um jogador do corinthians,pode isso? Já não jogava nada lá e vem jogar porra nenhuma aqui...é tudo uma cambada de "@@++####...

Viu, Caio, alô...olha..., ei...vê se você se acalma, depois eu te ligo de novo tá...tenha fé que as coisas irão mudar, a gente ainda chega lá...
Vê se reage Palmeiras...Porra!!! Sai dessa "ZICA"...

- Eu amo meu Verdão a culpa é desses #$%$%¨&... a gente sofre...,esse *(&###, não querem nada...

(desliguei) Tu...Tu...Tu...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Coisas da vida - O buraco é mais embaixo!


Estava eu varrendo a cozinha quando encontrei uma formiga que estava carregando um cisco de pão, quase que eu varri ela!
Começamos a conversar sobre a vida quando ela puxou assunto a respeito daqueles mineiros lá do Chile, aqueles que estão presos a 400 metros de profundidade depois que houve um desabamento.
Me disse ela que viver embaixo da terra não é fácil, ela esta acostumada porque a milhares de anos vive por ali e que já se adaptou, mas que para um humano viver nas condições que aqueles mineiros estão, é muito difícil.
Conversamos sobre diversos assuntos, depois de algum tempo ela se despediu e foi embora, eu ai varrendo a cozinha e vendo o sol, respirando ar puro, fiquei pensando na situação daqueles 33 mineiros.
Houve um desabamento na galeria de acesso da mina em Copiapó, a 800 km de Santiago, uma pedra de 700 toneladas bloqueou o caminho, foram 17 dias de silêncio até que domingo passado (22), um bilhete chegou: “Estamos todos bem no refúgio, os 33”.

Agora estão lá os 33 homens a espera de socorro, o trabalho de escavação com uma imensa maquina perfuratriz vai avançar cavando um tunel, em média, seis metros por dia. Por isso, a previsão é de que o resgate dure quatro meses, mas, os mineiros não vão ficar quatro meses esperando, vão ter que trabalhar e duro, no próprio resgate. Uma das tarefas será remover 12 toneladas de terra e de rochas por dia. É que à medida que o buraco for sendo alargado, o cascalho vai caindo pela sonda-guia, formando uma espécie de ninho de formiga, que precisa ser retirado.
O buraco será feito de cima pra baixo, um buraco de centimetros que depois, pouco a pouco será alargado até que se possa ,no buraco, colocar um pequeno elevador que possa içar para cima um homem por vez, até que o resgate de todos seja completado.

Com a terra que ira caindo conforme vai se escavando, os mineiros vão reforçar galerias que estejam abaladas e cobrir seus dejetos na área de galeria usada como banheiro - evitando doenças.
O risco de fungos e bactérias é muito grande, vão também receber roupas especiais e meias para evitar excesso de suor e contato com o solo.
Para evitar depressão e estresse eles irão também receber vídeo games e aparelhos de dvd portáteis para passar o tempo e tendo alguma forma de se distrair.
Como vê, a coisa vai ser muito demorada,imagine você naquela profundidade, dormindo em cima de pedaços de madeiras, sem banho, sem ver a luz do sol, pouca comida e agua, sabendo que só daqui a três ou quatro meses será retirado dali, qual seria a sua reação?
Liguei para o João para saber a opinião dele, e o papo foi esse:

- Alô João ,tudo bem cara, aqui Dió, te liguei para saber a sua opinião a respeito
daqueles mineiros soterrados lá no Chile, como sabe eles só irão sair de lá, se conseguirem aguentar, daqui uns três a quatro meses, o que você acha disso?

- Tão fudidos, a empresa é uma empresa de merda, ela estava para falir e deixaram ela reabrir, não houve fiscalização em relação a segurança, e deu no que deu.
Aquilo tá parecendo o Brasil, aonde coisas que deviam funcionar, não funcionam e quando dá alguma merda, ninguém sabe, ninguém viu, não é comigo.
O governo de lá liberou essas minas que não tinham segurança, não haviam escadas e nem saídas de emergência, como pode voltar a funcionar uma coisa assim?
Já haviam reclamações a respeito de acidentes e ninguem fez nada para mudar, agora que a merda se espalhou, tá todo mundo pegando papel prá ver se limpa a bunda.
Um dos donos da mina San José, no Chile, pediu desculpas nesta terça-feira (31) pelo acidente ocorrido, esse sem vergonha deveria se preocupar com a vida dos mineiros antes de acontecer qualquer acidente, é muito cinismo, é muita falta de vergonha,é muito cara de pau.

O resultado só poderia ser esse, agora tá todo mundo nesse oba-oba, aproveitando a onda da mídia para aparecer, é tudo um bando de filhos da puta!
Como diz a minha avó :

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Coisas da vida - O Zé vai se aposentar!


Estava eu aqui confabulando com os pêlos de meus mamilos e me lembrei, o Zé aquele que sempre me diz:
O bagúio é loco, ele vai se aposentar!
Ele vai parar de trabalhar no fim desta semana, ele disse que não aguenta mais, também pudera ele trabalhou no mesmo lugar por 30 anos, você sabe o que é isso?, trabalhar no mesmo lugar por 30 anos, o cara merece uma estátua, ele sabe aonde esta cada parafuso e quando ali foi colocado, 30 anos é muito tempo, imagine quantos clientes ele "já enterrou", e quanta merda ele já ouviu?.

É interessante como as coisas mudam, antigamente se você trabalhasse muitos anos em uma empresa, você era respeitado por ter estabilidade, hoje se você fica mais de cinco anos em uma empresa você é tido como acomodado.
Eu só queria entender uma coisa desse nosso mercado de trabalho maluco, vamos a um exemplo :
Um cara trabalha uns 10 anos em uma empresa, ganha bem, tem diversos benefícios, o que ele faz, tem que largar tudo para não ser rotulado?
Estão sempre inventando modinhas, rótulos, novos termos para coisas antigas que sempre existiram, principalmente termos em inglês, fica mais "chique" e é bom para enganar os trouxas que gostam de usar esses termos da moda em uma conversas comerciais, afinal, a televisão mostra estes programinhas caça níquel apresentado por empresários que deram, usando a linguagem da moda, isso impressiona, tudo um monte de merdas, é, acho que o Zé tem razão em parar.
O Zé vai passear, dormir até mais tarde, conviver um pouco mais com a familia, coisa que muitos por ai deveriam seguir o exemplo.
O Zé é gente boa , mas, um dos defeitos dele é que ele torce para o Santos, afinal, ninguém é perfeito.

Para conhecer um pouco mais do Zé, perguntei se ele gostava de pescaria, resposta :
- Que pescaria o cacete, ficar segurando uma vara, lavando minhoca , ficar horas assando no sol só para pegar uma merda de um peixinho miúdo e cheio de espinhos, é muito mais fácil comprar na peixaria e assar, que negócio de pescar porra nenhuma.
Esse é o Zé!

Tem uma cambada ai que só pensa em juntar e somar a qualquer custo, passam por cima de tudo e de todos para ver seus reluzentes cofres cheios e que se dane o mundo, não aproveitam nada e ainda deixam a familia em segundo plano, para que todo esse sacrifício, só pelo prazer de juntar e juntar e nada mais?
Esse cara morre de uma hora para outra e fica tudo ai, e para piorar os familiares se matam para ver quem fica com a maior parte do bolo, e ele que trabalhou tanto, "dançou", não aproveitou nada.
O Zé tem razão, o negócio é ficar em casa coçando o saco até esfolar, já fez a parte dele e agora é chegada a hora de descansar um pouco, vê se aproveita bastante a sua aposentadoria, se quiser ajuda para gastar o dinheiro me chama, se quiser fazer doações estou de "bolsos" abertos.
Zé, você vai se aposentar e o trem segue seu rumo, e enquanto houver humanidade e esse povo ignorante de merda em nosso planetinha, com certeza eu estarei ouvindo:

- "O bagúio é loco!".

quinta-feira, 4 de março de 2010

Coisas da Vida – Musical na Comunidade!




Esta semana estava lendo a revista da folha, para quem não conhece esta revista, ela vem junto com o jornal Folha de São Paulo.
Estava lendo uma matéria sobre vídeos musicais, uma coisa me chamou a atenção, por que será que os artistas estrangeiros vem gravando esses vídeos nas favelas do Rio de Janeiro? Será que isso também esta se transformando em modinha?
Como se vê, é muito barato se gravar aqui, a produção da Alicia Keys pagou a fortuna de r$ 500,00 reais para usar aquela lage na gravação do seu vídeo.
Primeiro foi Michael Jackson, agora outros artistas também estão descobrindo que lage no morro é sinal de baixo custo e boas vendas de cds e dvds, afinal lage igual as que se tem por aqui não há por lá.
Na gravação do vídeo de Alicia Keys, o chefe da segurança dela era tão folgado, mas tão prepotente que “mandou” os pms do Rio , que estavam ali só para garantir a segurança das gravações, retirar e carregar a cercas metálicas que protegiam os local e levar tudo aquilo para um caminhão, resultado, o “bicho” pegou, deu uma encrenca danada e foi todo mundo parar na delegacia, se o chefe da segurança dela, que é um bosta ,um pau mandado se comporta assim, imagina o resto.
Em contrapartida ,alguns artistas nacionais estão indo lá para “fora” para gravar alguns de seus vídeos, é que, as “riquezas” dos cenários de lá, naturais ou não, impressionam o povão de cá, por outro lado , a “pobreza” da turma das lages do lado de cá, impressionam o povo de lá, a coisa é louca.
Seria interessante fazer um intercambio, já que os estrangeiros são tão chegados em morros, lages, favelas, vamos fazer o intercambio social, a gente manda uma turma sofrida do morro para lá e eles mandam uma turma da classe media e alta para viver aqui nas favelas.
Te garanto, que a turma de lá que veio para cá, em menos de uma semana vai querer se mandar daqui para nunca mais voltar, não vai mais querer saber de morro, lage, favela, nem em foto, só que vai haver um grande problema, a turma daqui que foi prá lá nunca mais vai querer voltar.
Com tanta gente que gosta disso, por que não dividir? Primeiro vamos patentear lages , morros, favelas, pobreza, depois vamos exportar tudo isso para o resto do planeta, ai em vez de ele virem para cá, eles vão ter a sua própria favela, seu próprio morro para fazer um turismo, isso não é genial? O trafico de drogas, milícias, bala perdida, tiroteios e mortes vai de brinde, algum gringo interessado ??? É só avisar!!!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Coisas da Vida - Maneiras de se ganhar dinheiro !



Quando se fala em ganhar dinheiro ,a primeira opção é o trabalho,estou falando de se ganhar dinheiro honestamente,não vale estelionatos ,sonegações,desvios e roubos ,isso é outro departamento.
A gente é pobre,mas é limpinho, e estou incluindo aqui também os “bicos” aonde não se tem os beneficios trabalhistas de quem é registrado , mas se ganha algum para a sobrevivência.
Quando você esta desempregado ,e volto a este assunto aqui ,com a intenção quem sabe de receber uma proposta de emprego,afinal, nunca se sabe quem vai ler.
Quando se começa a pensar nas diversas possibilidades de se ganhar dinheiro honestamente não imcluo aqui as especulações no mercado financeiro ,aplicações ,etc,por que para isso você precisa antes já ter um dinheiro guardado ,o que coloco aqui são as opções para quem só tem uns trocados .



A primeira coisa que me veio a cabeça foram as loterias oficiais do governo, voce já viu a infinidade de opções?
Para começar aquele tradicional bilhete com um monte de números ,coisa do século passado,mas que tem muita gente ainda que compra,e ai vem :
Mega sena, loto fácil ,loto mania,dupla sena,quina,time mania ,raspadinha , alguns jogos em poder de empresas particulares ,aquelas tele alguma coisa que tem autorização do governo,tem ainda corrida de cavalos.isso tudo oficial.




E ai vem os “ilegais” que todo mundo sabe aonde tem ,mas finge que não vê,vem o jogo do bicho , bingos e cassinos clandestinos, brigas de galos, rinhas de pitbull,e por ai vai ,será que esqueci algum?



Lá fora então, principalmente na Europa existem casas que fazem apostas de tudo quanto é tipo,quem vai ser campeão disso e daquilo ,quem vai ser eleito e por ai vai,fora também as loterias oficiais de seus paises.
Tem tambem junto com os jogos os seus aliados para se ganhar,a sorte,o destino, carma,escrito nas estrelas ,magia,feitiçaria outras muitas opções,é só escolher.
Tem gente que critica,tem alguns que não gostam ,outros abominam ,mas pode escrever ai se ganhar ninguém vai queimar ou rasgar dinheiro e de algum jeito essas pessoas se “convencem” que dinheiro não é tudo mas ajuda.
Que tal fazer uma apostinha? Para se ganhar é preciso jogar.
Hááááá´...esqueci o principal ,se jogar e ganhar algum não se esqueça de mim ,pode mandar que não tenho nenhum preconceito em relação a dinheiro,quanto mais melhor...voce não acha isso?

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Coisas da Vida - O Haiti é aqui!



Sempre gostei de acompanhar jornais e estar por dentro das noticias, por dentro do que esta acontecendo , e a matéria jornalística que estava passando na tv falava sobre a grande quantidade de órfãos no Haiti ,o Haiti é um dos paises mais miseráveis do mundo ,foi por isso que a ONU escolheu e nomeou o Brasil para que seja o comando principal das forças de paz lá ,essa força foi criada para evitar conflitos internos entre grupos para assumir o poder do pais e tentar organizar alguma coisa naquela bagunça.
Se fosse um pais da “classe média” ou aonde houvesse riquezas naturais como petróleo ou algo parecido para poder ser explorado pode ter certeza que o EUA já estariam lá ,mas como não tem nada de “valor” material para oferecer então não interessa pra eles.
Como estava “falando” ,antes do terremoto devastador que aconteceu no Haiti,a quantidade de órfãos já era muito grande,principalmente pela falta de controle de natalidade,cerca de 70% da população contaminada pelo vírus da aids ,os adultos morrendo e com isso ficando as crianças ,as doenças,miséria ,tudo contribuindo para a mortandade,e agora o terremoto.
Como percebeu adotar crianças já havia virado “modinha” de artistas e celebridades nos EUA e no mundo,com o terremoto no Haiti o pais ficou em evidencia ,então,esse problema de crianças abandonadas também se evidenciou e passou a ter destaque maior.
O que me chamou atenção é algumas famílias brasileiras preocupadas com as crianças lá do Haiti ,estão tentando ver uma maneira de adotar, algumas até já montando “quartinhos” dizendo reservar um espaço para as crianças quando puderem ser adotadas ,pois estão muitos sensibilizadas com a tragédia.



Com certeza temos que estar sensibilizados e ajudar na medida do possível, foram milhares de mortos com o terremoto,centenas e milhares de hospitalizados ,famintos,sem ter aonde e nem como começar a vida .
Esse terremoto já estava acontecendo a anos ,crianças morrendo de fome ,de doença,um pais miserável sem infraestrutura nenhuma,sem água,sem saneamento básico,pais de milhões de analfabetos e que já vem sofrendo a anos,mas,como é um pais que nada tem de oferecer em relação a riquezas naturais,é miserável ,então ninguém se interessa ,deixa o povo morrer.
O que me chama atenção é essa turma aqui no Brasil ,tentando fazer caridade ,com interesse em adotar os órfãos de lá ,já que estão tão preocupados ,existem ,milhares de crianças órfãs aqui no Brasil ,até em condições piores,“voce” que tem interesse em fazer “caridade” , pode ir lá que você ira encontra centenas e até milhares para adotar.
Aqui , as crianças que tem oportunidade de serem adotadas são as branquinhas ,olhos claros e com poucos meses de vida, e ai ,”o resto” fica esquecida em abrigos ,esperando um milagre da adoção.
Será que se acontecer um terremoto por aqui aparece uma essa‘turminha” de brasileiros bom de coração e fica sensibilizada com essas crianças e resolve adotar alguma?Sei não!
Pode ter certeza que crianças como as órfãs encontradas no Haiti,aqui tem aos milhares ,é só procurar que acha ,mas vamos fazer uma média ,fazer de conta que aqui não existe este tipo de coisa ,vamos fingir que não vemos e tentar adotar do “Haiti” de lá e jogar o “Haiti” de cá prá baixo do tapete ,é mais cômodo, o negocio é aparecer na tv.

O Haiti de lá não deve nada ao Haiti de cá! E vamos adotar, afinal é moda!!!