Início

Sobre

Áudios

Vídeos

Contato

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Coisas da Vida - Dona felicidade !

Estava eu aqui passeando pela internet, "caçando" alguns videos para meu blog, vendo os recados, dando uma espiada no twitter, quando ouço :

- Psiu, ei psiu!

Procuro ver de onde vem, e olho aqui e ali e não vejo nada!

- Psiu, psiu, aqui, é a voz da sua consciência!
Lá vem você de novo, não consegue me ver parado e logo aparece! Que foi desta vez?

- Esta ouvindo você, percebi que você anda pensando muito nessa coisa de felicidade, aonde ela pode estar, o que realmente é felicidade, essas coisas, esta digamos "filosofando" não é isso mesmo?

Tá, é isso mesmo, mas e dai, o que você quer?

- Eu vim para tentar te dar uma força, quem sabe eu possa ajudar?
Tá legal, agradeço a sua força, mesmo assim obrigado, mas, isso é coisa que eu tenho que resolver comigo mesmo, agora me deixa em paz, cai fora, preciso pensar um pouco.
Sai dali e corri para o pc, precisava escrever um pouco a respeito do assunto, quantas quantas vezes nos deparamos a pensar nisso, acredito eu que a felicidade é algo relativo, a visão de felicidade depende muito da situação, do momento, essa coisa de felicidade é algo muito pessoal.
Vou citar alguns exemplos :

A felicidade para um materialista pode ser um punhado de dinheiro, um carro novo, uma casa nova, bens materiais, que depois de adquiridos "perdem" a graça e ai? E ai ele corre atrás de outras " felicidades" e mais outra e a vida do infeliz segue assim, fazer o que?
Quando digo que tudo é relativo, é por que depende muito do lado da porta do banheiro que você esta quando você tem uma dor de barriga.
Por exemplo, para uma pessoa doente, felicidade estaria em ela se recuperar e ficar boa pra tocar a sua vida, para um desdentado uma dentadura, para o faminto a comida, para o desempregado um emprego, para o solitário um amor, será que isso pode ser considerado felicidade, ou isso é outra coisa e teria um outro "nome", afinal, o que é a felicidade?
Antes de seguir em frente, alguém pode me explicar por que porra de motivo esse casal tirou essa foto ridícula? Quando falo que só tem "xarope", vocês me criticam, mas veja se isso tem cabimento?
Mas a conversa aqui é outra, estamos falando de felicidade não é mesmo?
A relatividade em relação a felicidade esta ai, ela é feita de pequenos momentos, em uma noite um deliciosa sopa quente, um sorriso, uma boa conversa com os amigos, pipocas quentes na hora do jogo, um telefonema, papo no almoço, um beijo na mãe, etc.
Eu já estava entrando em parafuso, precisava de uma segunda opinião sobre o assunto e decidi ligar pro João, aquele :

- Alô João, tudo bem cara?

Aqui sempre esta bom Dió, o que manda?

- Cara, me defina felicidade!

Felicidade? hummmm...meu fusca velho! Encontrarei a felicidade no dia que conseguir vender essa porra de carro velho que só me fode, só me dá dor de cabeça.

- O seu carro fica tanto tempo parado na garagem que até esqueci que você tinha um?

Eu deixo o carro guardado e coberto e quase não saio por que você sabe, ele é uma merda, é só sair com ele e ele me deixa na mão.
Há, tem também um outro problema, eu gosto de tomar umas e sou fiel escudeiro da campanha " Bebeu não dirija!" e como eu bebo sempre, assim sendo, sempre não dirijo!
- Tá, e o que deixa você feliz?

Hummmm? Há, estou feliz quando estou no bar com os amigos tomando umas!

- Então você nunca vai deixar de ser feliz, afinal, você não sai do bar!

Tá me tirando? Vai se fu.., você me liga prá me sacanear? Deixa eu tomar umas que eu ganho mais do que ficar ouvindo suas piadinhas sem graça!

Antes de desligar deixo essa prá você pensar :

"Mulher de pobre quando ganha trigêmeos, vai presa por formação de quadrilha!"

domingo, 22 de julho de 2012

Coisas da vida - Vamos votar!


Estava eu escrevendo, geralmente eu escrevo ouvindo musicas, estava olhando na tela e percebi que ela ficou embaçada, a visão das letras estavam turvas, distorcidas, mal dava para se entender o que estava escrito, pensei :


O que esta havendo? O que aconteceu? Ouço uma voz no fone de ouvido que diz :

- Te preguei uma peça Dió, é só uma brincadeira, eu sou o comando interno do seu pc e gosto de fazer essa brincadeira, quem esta escrevendo fica confuso e nem consegue ler o que esta digitando, o que você achou da brincadeira?

O que eu achei? Você além de me deixar desorientado, me atrapalhou, você tirou a minha concentração, será que agora dá para você parar com isso e colocar as coisas no seus devidos lugares?

- Tá bom, era só uma brincadeirinha, continua ai !


Depois da tela ter voltado ao normal, pensei na brincadeira de distorcer as letras e imagens e me veio a mente foram os políticos, os "nossos" representantes e as eleições que se aproximam.
Assim como aqui em Sampa, acredito que em muitos lugares desse nosso imenso país, você se sinta envergonhado com esses conchavos com essa união de interesses de alguns partidos políticos e do que eles são capazes de fazer para ganhar alguns votos ou alguns minutos a mais nos programas eleitorais.
Aqui em Sampa, participei das diretas já, via os movimentos grevistas liderados pelo PT, quantas e quantas vezes durante o período da ditadura, presenciei as "batalhas" nas ruas do centro velho aqui de São Paulo entre militares e manifestantes, lutas por direitos de greves, por eleições diretas, luta para termos um Brasil mais justo e digno, foi um período difícil, mas dava orgulho de ver com que raça o povo ia rua e lutava por seus ideais.

Nesse período politico surgiu Lula, liderando o sindicato dos metalúrgicos, e junto com o sindicato dos bancários, os mais fortes da época, eles saim as ruas reivindicando, eu acompanhei de perto tudo isso.
Depois de tudo que ele passou e das vitórias obtidas, ele se junta ao Sr. Maluf, o político que praticava uma politica a qual ele sempre lutou contra, vergonha, no atual momento politico, essa união não era mais necessária, pra que isso? A troco de que meia duzia de votos e uns minutinhos a mais em horário politico? è seu Lula, o tiro saiu pela culatra, o sr, e seu partido só perderam com isso.
Pensando bem, eu só tenho uma coisa a dizer, decepção e vergonha, chega de politica, pena Sr. Lula, com este seu gesto o senhor jogou no lixo todos aqueles anos de luta, na verdade, quem vai entender a politica e os políticos?
Vemos hoje, cometida por uma parcela de nossos eleitos, todo tipo de barbaridade e absurdos cometidos, a corrupção comendo solta na maior cara de pau e quem deveria estar lá para representar o povo que o elegeu, esta na boa, salário garantido, mordomias.
Nós os cidadãos que honramos nosso pais, pedimos a parcela de políticos do bem, socorro, pedimos aos políticos honestos e de caráter que continuem a luta por um Brasil melhor, é difícil acreditar nisso diante de tudo que temos acompanhado, mesmo assim pedimos aos homens de bem que comandam essa nação mais ação, agora é hora de vocês fazerem jus aos votos recebidos e passarem a limpo a politica praticada no Brasil.

Chega de desvios de verbas, roubalheira de dinheiro publico, quadrilheiros travestidos de políticos, que essas CPIs criadas cheguem em algum lugar, tenham resultados efetivos, se cria uma CPI, roda, roda e fica no mesmo lugar e o povo, coitado do povo.
Por que não criar leis mais rígidas contra isso, tudo parado no congresso, quando anda, segue lento a passos de tartaruga, coitado do nosso Brasil segue seu caminho sendo conhecido no planeta como o país da impunidade.
A brincadeira acabou e já esta na hora de se levar um pouco mais a sério o Brasil, o respeito ao povo e a política praticada aqui, as vezes tento encontrar um culpado e ele é sempre o mesmo, o povo que elege esse tipo de politico, sou a favor da máxima que diz :

Cada povo tem o governo que merece!
Liguei pro João prá saber a opinião dele, ele atende:

- Alô João, aqui Dió, tudo bem?

Legal cara e as coisas ai como estão?

- Aqui belele, João te liguei para saber o que você acha da politica praticada por aqui, das eleições, dos conchavos, dos apertos de mãos, dos interesses políticos pra se ganhar alguns votos?

Esse povo só faz bosta, o povo acredita em tudo, em promessas, em fada, em saci, duendes e até em promessas de políticos, os mesmos cometem todo tipo de desmandos e voltam a ser eleitos pelo povo.

Eu tenho a consciência tranquila, analiso bem em quem vou votar, isso é, quando voto, quer saber de uma coisa, que se foda esse papo, eu tenho coisas mais importantes prá me preocupar, ouvir um bom rock por exemplo, bater papo com os amigos, degustar as minhas "brejas", essas são as boas coisas da vida, esse tipo de politica praticada por aqui, me faz mal a saúde e a moral!
Agora preciso molhar a "guéla", quando tiver algo realmente importante e interessante pode me liga, agora se for falar de politica, me esquece.
Antes de desligar deixo essa prá você pensar :

- Um chato nunca perde seu tempo, perde o dos outros !

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Coisas da Vida - Nos tempos da Vovó!


Eu estava vendo um álbum com fotos antigas, quando uma delas me chamou a atenção :

- Ei, psiuuu...Dió, se lembra de mim?

É realmente eu me lembrei, eram fotos de quando eu era criança e já faz tempo isso!


Ela olhou e disse :

- Faz tempo que você não dá uma chegada aqui, já estava sentindo sua falta, vê se de vez em quando você aparece aqui para desfolhar o álbum e relembrar da infância tá!
Tá bom, eu apareço, não se preocupe!

Saindo dali decidi dar uma chegada ao meu pc para escrever sobre o assunto, sabe que esta semana mesmo eu estava caminhando pelas ruas e ventava muito forte, e ai pensei :

Morreu um padre!

Você deve pensar, de onde esse cara tirou isso? Que coisa mais absurda, quem disse que quando venta forte é porque morreu um padre?

Essas merdas eu ouvia falar quando era criança e nunca mais esqueci, tem mais, quando eu era criança os velórios aqui em São Paulo, capital, eram feitos em casa, isso era algo um tanto desagradável.

Alguém da família morre, você encomenda o caixão e os acessórios e velório era na casa do falecido (a).

A coisa ficava pior após o fim do velório e o corpo enterrado, ai na casa literalmente “ficava um clima de velório”, o cheiro das velas do “velório” misturado ao cheiro de flores que enfeitavam o caixão ficavam pela casa toda durante semanas era algo deprimente, ainda mais juntando a tudo isso o clima de tristeza e abatimento pela perda de um ente querido.
Com o passar do tempo, as coisas se modernizaram e criaram locais de velório, que hoje em dia, geralmente ficam ao lado de cemitérios, crematórios, o mais bizarro dessas histórias é que quando realizavam esses velórios nas casas, não sei porque, não me pergunte, alguém da família cobria todos os espelhos da casa com um pano, porque será?

Assinale uma das alternativas:

A) Será que a imagem do falecido (a) poderia ser refletida no espelho? ( )

B) Será que ninguém cuidava da beleza em dia de velório? ( )

C) Na casa só morava gente feia e ninguém se olhava em espelho? ( )

D) NDA ( )

É interessante analisar esse tipo de comportamento, não sei se era superstição, costume, as vezes nos deparamos com coisas que se não fossem contadas e passadas de gerações para gerações não acreditaríamos que pudessem ter existido.
Uma outra coisa que ouvia muito em dia de chuva, quando se ouvia o estrondo do trovão, sempre alguém dizia :

- Santa Bárbara! Me proteja!

Quando você ouve o estrondo de um trovão é por que o raio já caiu, o mais perigoso em tudo é o raio, a porra do barulho vem depois, para os antigos faltavam um pouco mais de informação e no fim quem pagava o pato era Santa Barbara.
No meu tempo de criança acreditávamos em cada idiotice que é de deixar qualquer asno vermelho de vergonha, nos fim dos anos 70 e inicio dos anos 80 não se tinha a preocupação com preservação da natureza, ecologia, segurança, essas coisas de politicamento correto, soltavam muitos balões, isso era em período de festas juninas, copa do mundo, fim de campeonatos de futebol etc, e os mais velhos para sacanear as crianças diziam :

Você pega um espelho e tenta ver nele o reflexo da tocha do balão, e fica apontando para ele que isso atrai o balão para você. Agora imagina um bando de crianças ouvindo isso, resultado, um bando de idiotas com espelho na mão caçando balões e o pior que todos acreditavam que isso era verdade.
Se eu for buscar pela memória vai surgir tanta merda que você vai sentir o cheiro ai, vai me dizer que você quando criança não foi enganado por algum idiota que inventava coisas imbecis só para tirar uma onda com a sua cara? Força a memória que alguma coisa vai encontrar!
Precisava da opinião de um amigo, liguei pro João, aquele meu camarada!

- E ai João tudo bem? Saber que é, estou escrevendo a respeito de memórias da infância essas coisas, você tem lembranças da sua infância?

Dió, ic...ic...me liga depois, tomei todas ic...ic....ic... e no momento ic... não me lembro nem aonde eu moro....ic...!